• ENIO LUIZ TENÓRIO PERRONE - PSD
  • Vereadores
    VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA - 17ª LEGISLATURA
    Presidente Atual
    ENIO LUIZ TENÓRIO PERRONE
Data: 30/01/2018 Hora: 18:16:39
Vereadores cobram cronograma para cumprimento de contrato do transporte coletivo

Enviar esta notícia para um amigo

Foto:Comunicação CMPP

Da esquerda para direita: Promotor de Justiça Mário Coimbra, Mauro Neves, William Leite, Enio Perrone, Anderson Silva e Oswaldo Bosquet

Durante a Audiência Pública dessa segunda-feira (29), as Frentes Parlamentares em Defesa da Melhoria das Condições do Transporte Público, de Cooperação em Segurança Pública e de Trânsito, e de Defesa do Desenvolvimento Econômico, do Trabalho, do Emprego e da Renda, juntamente com demais vereadores, cobraram agilidade e um cronograma para o cumprimento do novo contrato do município de Presidente Prudente com a empresa concessionária do serviço de transporte coletivo, Company-Tur Transportes e Turismo Ltda.

O encontro ocorreu para que a Câmara Municipal pudesse ouvir autoridades, representantes de secretarias municipais e, principalmente, a população sobre os aspectos legais e operacionais da nova concessão do serviço de transporte coletivo urbano da cidade.

O presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Melhoria das Condições do Transporte Público, vereador William Leite William, lembrou que foi criado um Expediente na Casa de Leis prudentina para registrar oficialmente todas as ações. "Fomos até a empresa, ouvimos a população, até chegarmos a este momento da audiência. Mas nosso trabalho não termina aqui, ele vai continuar", ressaltou.

A partir de agora, as Frentes Parlamentares envolvidas irão se reunir para a elaboração de um relatório com as principais reivindicações da população e da Casa, que deve ser encaminhado para o Executivo, empresa concessionária e também ao Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE-SP).

O presidente da Frente Parlamentar de Cooperação em Segurança Pública e de Trânsito, vereador Mauro Neves, apontou que, apesar da "fase de transição", ainda são verificados "muitos problemas" passíveis de serem resolvidos.

"Tenho andado bastante de ônibus e ido à praça [Monsenhor Sarrion] para ouvir as pessoas. O prefeito prorrogou por mais 90 dias por conta da solicitação da empresa, mas eu faço um pedido para a empresa e para a Semav [Secretaria Municipal de Assuntos Viários e Cooperação em Segurança Pública]: que não espere terminar estes 90 dias. Façam que principalmente os horários sejam cumpridos. As pessoas estão reclamando muito disso. E que quanto concluir o prazo, tudo esteja funcionando 100%, para que ninguém tenha problema", afirmou.

Por fim, o parlamentar ainda fez uma cobrança ao chefe do Executivo. "Mas que se não for cumprido [o novo prazo de 90 dias], sinceramente, eu espero que o prefeito Nelson Bugalho tenha coragem de romper este contrato, pois se não fizer isso, vai mostrar que não se importa e não tem preocupação com a população prudentina", ressaltou.

O presidente da Frente Parlamentar de Defesa do Desenvolvimento Econômico, do Trabalho, do Emprego e da Renda, vereador Anderson Silva, também apontou que os atrasos "atrapalham" a vida da população prudentina. "Nós fomos ouvir a população e ela está clamando para poder apenas chegar ao emprego; chegar aos seus compromissos. Transporte eficiente é aquele que chega no horário; que faz o cidadão não perder seu emprego; ou de conseguir fazer a entrevista de emprego. A população clama por um transporte eficiente", destacou.

Anderson Silva quer que os compromissos previstos em contratos sejam colocados em prática pela empresa concessionária. "Um serviço de transporte no qual a população realmente seja ouvida. E não somente no papel. Mas também com atitudes. Os novos ônibus podem demorar a chegar, mas a questão do horário, da localização. Isso dá para resolver agora", cobrou.

Ao fazer uso da palavra, o vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Demerson Dias (Demerson da Saúde) lembrou seu pedido do dia 11 de janeiro para que o município exigisse o cumprimento imediato do contrato. "No meu entender tinha que ser imediato, pois a empresa assinou o contrato e teve 90 dias", ponderou.

"Mas vamos fazer uma proposta para a população, para quem está aqui: vamos começar a marcar datas. Daqui a 30 dias o que a empresa pode oferecer? Em 60, o que a empresa pode oferecer? Em 90, resolveu o problema. As pessoas não aguentam mais, não suportam essa situação. Temos que dar uma resposta imediata. Vamos trabalhar com data. Vamos dar uma resposta mais rápida. Não é um problema de agora. O desejo nosso é de colaborar. Agora, se agente ver que as coisas não estão correspondendo, da empresa particular - que não é favor, não estamos pedindo favor - nós vamos ter que ir para o finalmente, que é romper com esse contrato que não está sendo cumprido", propôs o parlamentar.

Já o 2º secretário da Mesa Diretora, vereador Natanael Gonzaga, cobrou "qualidade no transporte, eficiência e pontualidade". "Está faltando também saúde para o trabalhador e para a população. As pessoas querem entrar no ônibus de forma tranquila. Chegar no trabalho no horário correto, na escola. Isso é saúde. Hoje nossos usuários estão precisando de saúde. Precisam de mais qualidade e eficiência", ou.

Em seguida, o vereador Adão Batista disse que o transporte coletivo municipal de qualidade é um "sonho" da comunidade prudentina. "A população sonha em conseguir utilizar o transporte coletivo com eficiência. O transporte está deficiente. Eu acredito e sonho que isso possa ser correto. Aqui é o transporte da esperança. Não é o transporte urbano. É na esperança que a pessoa vai chegar no ponto no horário marcado e o ônibus estará lá. Vai chegar no médico no horário correto, porque as linhas estão corretas", afirmou.

Por fim, William Leite também pediu que a empresa cumpra o contrato firmado com o município. "E também que faça essa cronologia, trazer estas datas para a população ter conhecimento", frisou. "Esperamos que dentro do prazo concedido de 90 dias, a empresa venha a cumprir o contrato. E que a população, que é quem mais precisa, seja beneficiada com isso", finalizou.

Ao encerrar a audiência pública, o presidente da Câmara Municipal, vereador Enio Perrone, enalteceu o "aprendizado" obtido durante o encontro, além dos erros apontados e as possíveis soluções. "A Câmara mais uma vez exerceu sua função de ouvido e voz da população. Este é o clamor popular: melhoria do transporte coletivo", apontou. "Gostaria de ar que sempre que houver uma modificação das linhas, fazer uma informação maior, do mesmo jeito que fizeram com estes panfletos que estão sendo distribuídos na cidade", acrescentou o chefe do Legislativo prudentino.

Conteúdo online

A audiência pública foi transmitida ao vivo e gravada pela TV Câmara de Presidente Prudente. A comunidade pode assistir a íntegra da reunião no canal da TV Câmara no YouTube, no seguinte link: https://www.youtube.com/watch?v=yF-BShFI1Ns&feature=youtu.be.

Clique aqui e leia como foi a audiência pública.

Reportar erro

Próxima Sessão

Sessão Ordinária


28/05/2018